(41) 3679.8100

Fundo do Idoso – 2017

 

A Lei

A Lei nº 8.842, de 4 de janeiro de 1994, criou o Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI) e instituiu o Fundo Nacional para o Idoso, através da Lei nº 12.213, de 20 de janeiro de 2010. Lei de Incentivo Fiscal que permite empresas tributadas com base no lucro real a destinar 1% do IR devido à projetos homologados pelo HAC junto ao Conselho Municipal da Pessoa Idosa. Previsão de publicação: 20/11.

 

Situação do Idoso

O envelhecimento é um grande desafio do mundo atual, afetando tanto os países ricos quanto os pobres. O número de pessoas com mais de 60 anos, já corresponde a mais de 12%* da população mundial. E até o meio deste século chegará aos 20%.

 

O Projeto

O projeto prevê revitalizar e humanizar o atendimento à pessoa idosa no Hospital Angelina Caron, melhorando o serviço de atenção ao paciente por meio da melhoria da infraestrutura disponível no pronto socorro, nas enfermarias e com a criação de uma unidade de dor torácica (UDT). A aquisição e instalação de equipamentos para as especialidades mais demandados pelos idosos viabiliza assim, a melhoria da qualidade e agilidade dos serviços de saúde oferecidos à população atendida pelo Hospital Angelina Caron. O valor do projeto é de R$ 14.316.122,51 (catorze milhões, trezentos e dezesseis mil, cento e vinte e dois e cinquenta e um reais).

 

Como será?

Com este projeto atingiremos metas qualitativas e quantitativas, favorecendo o envelhecimento ativo da pessoa idosa e agilizando seu atendimento, melhoria no nível de qualidade do atendimento de saúde prestado ao paciente idoso, melhoria na infraestrutura para atendimento do paciente idoso, tornando-o mais humanizado. Dentre os objetivos a serem alcançados, destacamos os principais:

  • • Criar um ambiente humanizado para atendimento e acolhimento da pessoa idosa;
  • • Implementação de protocolo de acolhimento com classificação de risco e perfil no Pronto Socorro com monitoramento de tempo de espera;
  • • Realização de reforma de para proporcionar maior conforto e mobilidade ao paciente idoso;
  • • Aquisição de equipamentos de diagnóstico e/ou tratamento permitirá maior qualidade no atendimento, menor tempo de execução de procedimentos e ainda menor chance de intercorrências no diagnóstico;
  • • Criação de Unidade de Dor Torácica visando dar prioridade, rapidez e qualidade no atendimento do paciente com dor no peito, com profissionais capacitados e equipamentos médicos tecnologicamente avançados;
  • • Realizar em média durante o período do projeto (12 meses após a assinatura do termo de fomento) 55.000 procedimentos à pacientes idosos por mês.