(41) 3679.8100

Médicos e pacientes se reencontram nos 20 anos da UTI Pediátrica do HAC

Um café da manhã marcado pela emoção e por reencontros comemorou os 20 anos da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Angelina Caron. Graças ao constante investimento na estrutura e à dedicação dos profissionais, milhares de crianças tiveram acesso a tratamentos de última geração, com suporte para neurocirurgia, cirurgia cardíaca e traumatologia – serviços que não poderiam ser oferecidos fora de uma UTI.

Mais de mil cirurgias cardíacas já foram realizadas e a taxa de mortalidade nos procedimentos de alto risco vem sendo reduzida. Hoje, a UTI Pediátrica do Angelina Caron, que atende casos altamente complexos, mantém a excelente taxa de 9,5%. A média nacional, que varia conforme a complexidade dos atendimentos, vai de 7,5% a 12%.

Chefe da UTI Pediátrica do Angelina Caron, a médica Sandra Melek faz parte da equipe médica do hospital desde a criação da unidade especializada. “Vimos a complexidade dos atendimentos pediátricos aumentar e, com isso, percebemos que havia a necessidade de implementar a UTI para atendimento específico das crianças.”

O setor, que hoje conta com 12 médicos especialistas, só cresce. Neste ano, o Hospital Angelina Caron deu início à residência de Terapia Intensiva Pediátrica. “Nosso serviço não para: está sempre crescendo no aprendizado e na atualização. A residência só acrescenta benefícios ao hospital e a toda equipe”, afirma a chefe da unidade.

Em comemoração ao aniversário da UTI Pediátrica, a equipe médica pôde reencontrar alguns pacientes que marcaram suas vidas. “Vimos crianças que passaram pela UTI há muito tempo, como um paciente que nasceu prematuro e hoje, aos nove anos, fez questão de nos prestigiar. Foi muito emocionante para todos os médicos presentes e alguns não conseguiram conter as lágrimas”, conta Sandra Melek.