(41) 3679.8100

Novembro Azul

novembro-azul

O sucesso do tratamento do câncer de próstata depende do estágio em que a doença é diagnosticada.

Com isto, neste mês, em que se intensificam os cuidados com a saúde do homem, a campanha Novembro Azul faz um alerta para estimular o autocuidado na população masculina, alertando para a prevenção e o combate da doença, que ocupa a posição de segunda morte oncológica em homens, alerta o oncologista da equipe do Hospital Angelina Caron, Jorge Fukushima.

O câncer de próstata provoca 307 mil mortes no mundo todos os anos, no entanto se a enfermidade é descoberta cedo tem chances de cura em até 90%. Com isso, é preciso esclarecer fatores de risco e diminuir o preconceito que envolve o exame de toque retal, um dos principais exames preventivos associados à dosagem de PSA (Antígeno Próstatico Específico) que diagnosticam o câncer de próstata.

Como esse tipo de câncer não costuma apresentar sintomas no estágio inicial, a recomendação atual é que homens a partir de 50 anos devem fazer exames preventivos, como o PSA. É muito importante também que o paciente verifique se ele possui fatores de risco, como parentes que já tiveram a doença ou hábitos de vida pouco saudáveis. No caso do homem possuir algum parente de primeiro grau diagnosticado com câncer de próstata, o ideal é fazer o exame a partir dos 40 anos.

No caso do diagnóstico tardio, muito comum pelo fato do homem postergar a ida ao consultório, as consequências, podem ser muito graves, diminuindo a chance da cura.