(41) 3679.8100
Hospital Angelina Caron > Quem Somos > Ensino e Pesquisa

Teoria prática, pelo bem comum

A Coordenação de Ensino e Pesquisa do Hospital Angelina Caron foi criada em 2011. Tem tradição e importantes prêmios alcançados pelos protocolos e projetos de pesquisa e estudos multicêntricos nacionais e internacionais dos quais participa.

A produção médica acadêmica anual é de aproximadamente 30 trabalhos desenvolvidos por ano. A atuação da CEP propicia elevar o nível de titulação dos seus profissionais; o compromisso com o saber atrai especialistas de todas as partes do país. O impacto na melhoria da qualidade de vida do paciente é direto.

Teoria prática, pelo bem comum

A Coordenação de Ensino e Pesquisa do Hospital Angelina Caron foi criada há 16 anos. Tem tradição e importantes prêmios alcançados pelos protocolos e projetos de pesquisa e estudos multicêntricos nacionais e internacionais dos quais participa.

A produção médica acadêmica anual é de aproximadamente 30 trabalhos desenvolvidos por ano. A atuação da CEP propicia elevar o nível de titulação dos seus profissionais; o compromisso com o saber atrai especialistas de todas as partes do país. O impacto na melhoria da qualidade de vida do paciente é direto.

Residência médica

A CEP mantém e implementa vagas em Residência Médica (todas creditadas pelo MEC), incluindo estágio teórico e prático em convênio com instituições de ensino superior do Paraná e de outros estados.

Especialidades ofertadas: Anestesiologia, Cancerologia Cirúrgica, Cardiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica; Ginecologia e Obstetrícia, Oftalmologia, Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia, Radioterapia, Cirurgia Vascular, Cancerologia Clínica e Pediatria. Disponibiliza a Liga do Trauma, para acadêmicos de Medicina a qual é referência na capacitação teórica e prática de acadêmicos.

A Residência Médica constitui modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu, destinada a médicos, caracterizada por treinamento em serviço com carga horária de 2.880 horas anuais sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional.

A COREME-HAC executa anualmente a prova de seleção para médicos residentes, conforme as especialidades e número de vagas abaixo citados, sendo que somente poderão candidatar-se a esta seleção, acadêmicos do último semestre do curso de Medicina, credenciado e autorizado pelo Ministério da Educação, que pretendem cursar residência médica em uma especialidade sem pré-requisito, médicos formados em curso credenciado e autorizado pelo Ministério da Educação, que pretendem cursar residência médica em uma especialidade com ou sem pré-requisito. Somente serão aceitos pré-requisitos cumpridos em programas de residência médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica, conforme RESOLUÇÃO CNRM Nº 02 /2006, de 17 de maio de 2006 ou médicos brasileiros ou de outra nacionalidade, formados em outros países que tenham diploma revalidado conforme a Resolução CFM n° 1.832/2008, de 25 de fevereiro de 2008.

Pesquisa e Desenvolvimento

No ano de 2000, por ocasião do meu doutoramento na Universidade de São Paulo, tive a oportunidade de conhecer um colega de Pós Graduação, o Dr Alvaro Avezum – hoje considerado um dos maiores pesquisadores do mundo segundo entidades internacionais. O Álvaro, que havia realizado uma pós graduação na Universidade de MacMaster no Canadá em Pesquisa Clínica na década de 90 e aqui atua até os dias atuais no Instituto Dante Pazannese de Cardiologia em São Paulo, nos incentivou a trazer os estudos internacionais para a Sociedade Hospitalar Angelina Caron. Assim o fizemos com o apoio incondicional do Dr Marco e Pedro Caron. O primeiro estudo iniciou-se em 2002 na área de cardiologia. Toda a equipe da cardiologia nos deu apoio e no início tínhamos uma sala que hoje faz parte dos consultórios do pronto-socorro.

Desde lá, já realizamos e concluímos mais de 42 estudos internacionais e atualmente temos mais de 16 em curso. Destes, fomos um dos melhores do Brasil em número de pacientes, projetando o nome do Hospital na esfera Estadual, Nacional e Internacional. Atualmente contamos com uma estrutura de 180m2, em

10 salas e contamos com 6 sub investigadores, 5 coordenadores e dois estagiários (na Unibrasil e do Programa menor aprendiz). Vários trabalhos de conclusão de curso e dissertações de mestrado estão sendo conduzidas em nosso Núcleo. A importância da pesquisa clínica da fase III que realizamos, se deve ao fato que destes trabalhos científicos serem necessários para a comprovação da segurança e eficácia dos medicamentos na indicação clínica que se propõe e que ajudarão os órgãos regulatórios (ANVISA) a liberar a medicação em nosso país. Tais substâncias farmacológicas já têm sua fase I e II concluídas (já comprovados nos experimentos básicos). Estes estudos também fazem parte das Diretrizes e Guias de Condutas Clínicas Nacionais e Internacionais, cujos documentos são a base para a elaboração de protocolos da prática diária na medicina, textos de educação médica continuada, base para análise jurídica da conduta médica, além de outras atividades. Outra ação acadêmica e social que estamos realizando em nosso Núcleo de Pesquisa é o Projeto Diabete Campina Grande do Sul. Em sua primeira etapa, analisamos mais de 300 pacientes no Posto de Saúde do Jardim Paulista, do programa HIPERDIA em pacientes diabéticos e hipertensos. Atualmente na segunda etapa, estamos fazendo visitas domiciliares aos diabéticos e aplicando questionários específicos sobre a doença e desta maneira conhecer melhor o paciente e proporcionar o atendimento adequado. Esta etapa envolve uma tese de mestrado da PUCPR sob nossa orientação para um trabalho de conclusão de curso de um especializando em cardiologia aqui do hospital. Na terceira etapa, os pacientes receberão uma avaliação cardiológica. Na quarta fase elaboraremos sugestões e propostas embasadas cientificamente para a Secretaria Municipal de Saúde ter condições ideais de proporcionar um melhor atendimento aos pacientes, atuando desde a prevenção no tratamento dos pacientes.

Dr. Dalton Precoma – Profº Titular de Cardiologia da PUCPR / Cgefe do Setor de Cardiologia e do Nucleo de pesquisa Clinica fo Hospital Angelina Caron.